Matéria / Geral

Fábio Abreu responde críticas sobre o fechamento de delegacias à noite: "Ignorância"

Para o secretário de Segurança, Fábio Abreu, é ignorância achar que o fechamento de delegacias durante a noite possa elevar os índices de criminalidade, ou deixar a população desprotegida.

12/08/2019 | Edivan Araujo
As declarações foram feitas em um grupo do What App. / Foto: Reprodução Internet

Após anunciar a medida, Abreu tem sido alvo de duras críticas. No WhatsApp, é chamado de "secretário da insegurança" e acusado de tentar apenas "satisfazer o ego" e "destruir" a Polícia Civil com a mudança.

"Vou responder por entender que os comentários são apenas pela ignorância para com o tema, e pela forma empírica de falarem mostra mais ainda o desconhecimento. Eu pergunto quantos crimes ocorridos durante a noite foram resolvidos por plantões de DPs?", comentou no Grupo Santa Maria da Codipi, neste fim de semana.

Abreu voltou a mencionar que a própria Polícia Militar pode registrar as ocorrências, e reforçou que o papel da Polícia Civil é investigar. "Nenhum crime é resolvido por plantonista", ressaltou.

No mesmo grupo, quem também saiu em defesa da proposta foi o delegado geral de Polícia Civil, Lucy Keyko.

"Verdade, secretário. Os plantões dos distritos são infrutíferos para a investigação policial. Devemos reduzir ao máximo o número de plantões. Realmente precisamos repensar o modelo de funcionamento das delegacias distritais", pontuou.

O estudo realizado pela Secretaria tenta identificar DPs ociosos durante o período da noite. Em alguns, no período de um mês, nenhum Boletim de Ocorrência chegou a ser registrado no turno. Agentes de polícia muitas vezes acabam servindo apenas de seguranças das unidades, serviço que pode ser substituído por vigilância privada ou monitoramento eletrônico.

180 Graus

Facebook